Regras da ANAC para drones estão valendo - finalmente!

Grande notícia para todos os pilotos e empresas sérias do mercado: a ANAC finalmente regulou a operação de VANTs em todo o país, dando base para que tenhamos um desenvolvimento sustentável e seguro no setor.

O primeiro impacto é na divisão das aeronaves, que agora são categorizadas por aeromodelos, drones para fins recreativos, drones para fins comerciais e aeronaves remotamente pilotadas (RPAs). Em uma escala mais macro, aeromodelos são recreativos e RPAs são comerciais, corporativos ou experimentais.

Pela questão da segurança, drones com mais de 250g só poderão voar a mais de 30m de distância de pessoas e terceiros. Acima deste peso, só com autorização dos presentes.

Já as RPAs foram dividas em 3 classes, de acordo com seu peso, e cada classe possui suas próprias exigências de navegação. Por exemplo, drones de até 25kg e que operem até 400 pés acima da linha do solo e em linha de visada visual não precisam de projeto previamente aprovado pela ANAC.

Para os pilotos, aeromodelos não possuem idade mínima; para RPAs, o piloto ou observador deve ter 18 anos ou mais.

Quer ver mais detalhes e outras informações? Clique aqui e baixe o pdf.

By | 2017-05-30T17:46:31+00:00 30 de maio de 2017|Categories: Mercado|Tags: , , , , , |